Sexta-feira, 05 de Junho de 2020
Taurodromo.com A tauromaquia mais perto de si.

Chinchón organiza XCII edição do seu anual festival

O Festival Taurino mais antigo de Espanha
07 de Outubro de 2015 - 16:45h Notícia por: - Fonte: Aplausos Semanario Taurino - Visto: 774
Chinchón organiza XCII edição do seu anual festival

No dia 17 do corrente mês de outubro de 2015, às 17 horas locais (desasseis em Portugal), terá lugar em Chinchón o anual e tradicional Festival Taurino, o qual é o mais antigo de todos os festivais que se efetuam em Espanha.

A XCII edição deste ano já tem cartel constituído, e contará com a participação dos swguintes artistas:

Rejoneador Ginés Cartagena

Matadores José Ignácio Uceda Leal, Eugenio de Mora, Miguel Abellán e Morenito de Aranda

Novilheiro  Aitor Fernández.

Serão lidados Novilhos-Toiros com ferro e divisa da Ganadaria Hnos Garcia Jiménez.

Em poucas palavras a realização deste festival, remonta ao tempo do matador de toiros Salvador Sánchez Povedano "Frascuelo", tendo sido o primeiro diestro a atuar no referido festival duas tardes no ano de 1871, e as receitas reverteram a favor das pessoas mais necessitadas da referida localidade espanhola, como agradecimento pela forma como foi tratado quando sofreu uma grave colhida numa das capeas que tiveram ali lugar no ano de 1863.

E porque o saber não ocupa lugar, apresento em poucas palavras uma breve biográfia deste diestro:

Salvador Sanchez povedano "Frascuelo", nasceu a 23 de dezembro de 1842 em Churriana de la Vega (Granada). Iniciou a sua atividade taurina participando em em eventos cómicos, posteriormente como bandarilheiro, chegando na época a competir com o também diestro Rafael Molina "Lagartijo".

Recebeu a alternativa de matador na tarde de 27 de outubro de 1867 das mãos de Curro Cuchares, na Monumental Praça de Toiros de Madrid.

Pela grande garra e força atingiu a meta desejada. Segundo dados históricos, chamaram-lhe o último romantico do toureio. Foi um matador de grande assombro

Ao longo da sua carreira sofreu 15 cornadas graves, tendo sofrido uma que o colocou em perigo de vida, a qual ocorreu na tarde de 13 de novembro de 1867 na Praça de Toiros de Madrid, lidando to oiro com o nome de "Peluquero" e que tinha o ferro da Ganadaria de D. António Hernández. 

Retirou-se das arenas depois de lidar em solitário seis touros da Ganadaria do Duque de Veragua no dia 12c de maio de 1880.

Faleceu em Madrid a 8 de março de 1898, com uma pneumonia.

 

Desenvolvido por PrimerDev Lda
Copyright ©2007-2020 Taurodromo.com, Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução total ou parcial de qualquer conteúdo, sem a expressa autorização.